Dykerama - Informação e entretenimento para o público lésbico e bissexual


Transei com a namorada do meu irmão

Por Redação em 07/10/2008 às 11h15

Transei com a namorada do meu irmão

Ela é noiva do meu irmão há um ano, mas logo que começaram a namorar não perdi a oportunidade de observar bem a gata que ele estava pegando era deliciosa e muito interessante.

Passou a frequentar a minha casa e passava sempre os finais de semana com a gente. Muito gentil, me convidava a sair com eles e eu aceitava me fazendo de desentendida para os olhares que ela me dava quando ele não estava por perto.

Não posso negar que quando a via sentia um frio estranho e não perdia nenhuma oportunidade de estar com ela a sós para ver até onde era capaz de levar a atração que demonstrava sentir por mim. Qualquer oportunidade que tinha dava um jeitinho de me esbarrar nela, dando a entender que era proposital e também queria levar adiante tudo o que estava sentindo com tanta força.

Fomos passar final de semana, os três, numa casa de praia de uns amigos. Meu irmão fazia questão de caminhar todos os dias de manhã e demorava cerca de uma hora para voltar. Já intencionada a constatar o que me perturbava, levantei assim que ele saiu e fui para o banheiro só de baby doll transparente que deixava meus seios praticamente a mostra. Adiantando-se a mim ela já estava parada na porta do quarto, vestida só com o short do pijama sem calcinha e com uma blusinha de alça, sem sutiã. O corpo dela era estupendo, delicioso e eu mal conseguia conter a respiração ofegante ao vê-la linda daquele jeito.

Dei bom dia e entrei para o banheiro sem fechar a porta. Esperou um tempo e entrou quando eu estava penteando o cabelo. Senti um frio na barriga ao senti-la roçando em mim por trás muito excitada, encostando os seios enrijecidos, a barriga bem definida nas minhas costas enquanto beijava meu pescoço deslizando as mãos nos meus seios por cima do baby doll.

Eu estava sem calcinha e já completamente molhada por causa do contato e da adrenalina de estar aos amassos com a namorada do meu irmão dentro do banheiro completamente à mercê do desejo dela.

Sem tirar o short afastou o meu e se esfregava em mim me segurando pelos quadris praticamente me obrigando a inclinar. Quando me penetrou com os dedos, senti minhas pernas bambas e ela ia e vinha com força separando minhas pernas com os joelhos para facilitar a penetração, me masturbando, mordendo as costas e sussurrando que não via a hora de me comer daquele jeito.

Gozei e sentindo que logo ela gozaria também, me virei de frente para ela, me abaixando para sugar seu sexo molhado, deixando que gozasse na minha boca.

Fiquei meio aturdida quando ouvi meu irmão chegando.

Ela saiu do banheiro para o quarto e eu fui tomar banho. Quando sai ele já estava com ela, que fingia estar acordando naquele momento.

Depois desse final de semana transamos mais algumas vezes e ele nunca percebeu nada. Agora estão com o casamento marcado eu ainda não decidi se deixarei que continuemos com essa loucura ou se paramos definitivamente depois que se casarem. Só o tempo e o tesão que sentimos uma pela outra dirá.

Link

Comentários








dhi: Nooossaaa td de bom!!! Massss q história hein!! A namorada do irmão é forteee!!! D

k.: conto de gosto duvidoso... a fantasia seria ótima se todos fossem adolescentes...

paula : mto desejo, pouca noção, sei lá, num faria isso com meu irmão, acho que ele é mais importante pra mim do que qq tesão passageiro...mas q dá vontade dá hein?

C. Cohen: Ai, gente... Jura? Pegar a namorada do irmão é dose, hein...

Raquel: Estava ficando tão bom,tão intenso...mas de repente terminou tão rapido!A parte que elas se tocam é tão boa(mt bom msm viu?!) que o detalhe do irmão meio q apagou.O desfecho está "apressado",mesmo que na situação precisasse disso,poderia melhorar esse final )

NiLL: Caracas...namo do meu maninho kkk acho que nem rola....kkk...mas adorei o conto muito bom...kkkk

Fabíola Colares: Meus contos são baseados em histórias alheias, cedidas por pessoas que querem ver suas aventuras registradas. Deixo claro que este conto nada tem a ver com minha vida pessoal. NÃO TRANSEI E NÃO TRANSARIA COM NENHUMA NAMORADA DO MEU IRMÃO. Quem me contou é quase adolescente. Risos

Y: Não gostei... Fraco, falta conteudo...

Amiga: É.. realmente, deu um certo tesão.... rs......

Rubi: que aventura deliciosa, e, infelizmente comentarios ruins... rsrs

adriana: Muito legal!!!Motivador e fascinante...Mas o final poderia ter sido melhor, elas poderiam ter transado, mesmo com o irmão chegando, mais tranquilamente...Mas muito criativo...

francesca Franco: Hummmmmm, mas um tanto quanto fantasiosa,mas ótimaaaaaaaaaaaaaaaaa.

KC: Achei interessante, porém qndo começou a ficar legal, um balde dágua fria nos jogou... Poderia ter um desfecho mais quente!

Amanda: Interessante...muito interessante!Rsrs...Mas, eu não pegaria a namorada do meu irmão...Não mesmo...Será?!kkkkk

m: COMO FAÇO PARA MANDAR UMA SUGESTÃO DE CONTO, KERIA MANDAR MAS A QUANTIDADE ÍNFIMA DE CARACTERES AKI NÃO PERMITE. Please!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Rayane Faitanin: Amor, vc tem contos melhores, mas são coisas que realmente acontecem com pessoas! Eu te amo demais!!!

K.: Fabíola enquanto eu lia, suspeitei mesmo que esta fantasia só partiria de uma adolescente, mas como não estava explícito, natural acharem que É VOCÊ a personagem. Na próxima, situe-nos, porque este conto pegou mal....rs

Suzanna: meu deus, eu qro a namorada do seu irmão *.* HAHAHA

Lu: eu não tenho irmão (6) achei que a parte mais necessária foi esquecida... quando a coisa estava caminhando, o desfecho impediu bruscamente. beijocas.

Sarah: Valia mio santo!!! apesar do tesão, com a namorada do irmão é foda!!! por mais forte q fosse o desejo, eu entraria num convento!!! kkkkkkkkkkkkk, sai de mim tentação!!! kkkkkkkkkkkk.

Fabíola Colares: Ai que polêmica! Adoro! Tenho uma série de contos curtinhos, de depoimentos de várias pessoas. Para proteger a identidade das pessoas que me cedem os contos, SEMPRE me coloco como 1ª pessoa. Algumas histórias são realmente minhas, mas a MAIORIA é de pessoas que me cedem.

MENINA MISTERIO: ENTAO...FALTOU DETALHES DO TIPO...IMAGINO QUE O CORPO DELA ESTAVA QENTE E ELA COM AQELES OLHINHOS FECHADINHOS D TANTO MIMI E A BOCA QENTE E A PELE?TEM Q FALAR DA PELE QUE MOÇA RAPIDINHAAAAAAA

Alice: uma bela aventura, mas não concordo com isso. seu irmão ne. se fosse o contráro, acho que não seria bem vindo

Stefanie Tiitiiii: O Pessoal queria ver o circo pegando FOGO, não é? (mais ainda) Rs Está ótimo assim, nem sempre as coisas tem que acabar,desse jeito sobrou muito mais desejo! Hihhihi O que eu quero dizer é que as histórias tem que variar e o final faz parte do conto também. Beijos, Amei!

Dayaba: Nussa q historia doida,muito legal fiquei ate com vontade...

Dariana: Um conto rapido e forte, gostei. Foi um tesão que veio com força, como que "o suficiente". mas achei o final meio apressado, e acabou parecendo mais uma confição real (se é que não é) do que uma historia.

bem casada: Assim é a "natureza humana"! Quem resistiria a uma gostosa te agarrando no banheiro, numa situação de perigo...ô maninho...desculpaí...

fraquissimo!: Fraquíssimo... brejeiro... tosco mesmo... falta feeling, querida...

herica: eu não resitira,afinal niguém é de ferro.

talita: muita falta de respeito com seu irmão, ficou igual aquelas bobagens adolescentes que a gente le por ai . Muito fraco

Anterior  1 2  Próxima 

É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site Dykerama sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
RSS Facebook Twitter
Cadastre-se no informativo